quarta-feira, 30 de julho de 2014

O livro abandonado

Dizem que sou livro bonito
e também que sou muito grosso,
só que ninguém ouve meu grito
dizendo que sou um colosso.

É a poeira que me cobre
enquanto moro nas estantes,
eu, que sempre fui livro nobre
de páginas bem cativantes.

Queria não ser esquecido
e viver nas mãos das crianças
para envelhecer sendo lido
construindo doces lembranças.

Sei que sou forte e tenho raça
porém, tenho medo de traça.

Rosa Clement

Um comentário:

  1. Como é triste ver um livro abandonado. Livro é para ser acarinhado, lido com paixão
    Beijos

    ResponderExcluir